Início

Por que o mundo parece tão confuso? Por que eu e você, nós, nos sentimos tão perdidos e perdidas? A instabilidade, a incerteza e a dúvida, sentimentos que lutamos contra e que queremos eliminar de vez de nossas vidas, no entanto, parecem ser a nova constante. Eles nos acompanham. Não. Melhor! Eles nos perseguem.

Por que? O que nos trouxe até aqui? Por que chegamos até aqui? Existem fatores externos que nos trazem essas angústias? Ou tais sentimentos, tão reais, vividos e sentidos por mim e por você, são paranoias? Iniciar com perguntas talvez não seja tão agradável, mas é, com certeza, o início mais seguro. Afinal, é o que nos é comum. É o que nos aproxima. Em síntese, é o que partilhamos. A partir delas e das novas que surgirão, enfim, poderemos pensar juntos e desenhar futuros possíveis.


O Mundo Líquido, este site, faz, ao mesmo tempo, uma referência e uma homenagem ao sociólogo polonês Zygmunt Bauman. Nele vamos aprofundar em sua obra. Conhecê-la mais de perto e com mais detalhes. Ela nos servirá como uma bússola, um farol ou uma fundação.

Mas, por que a obra de Zygmunt Bauman? Porque ele passou seus últimos 30 anos tentando produzir uma interpretação sobre este mundo tão confuso, instável e fluido. E, em síntese, suas interpretações são verdadeiramente potentes para nos ajudar a compreender nossos dilemas, dúvidas e angústias. Mas, mais que isso, a partir dela podemos desenhar projetos de vida e aprender a lidar com suas inconstâncias.

Espero que gostem. Espero que mergulhem sem medo ou pudor. O mundo líquido é realidade. De certo modo já estamos imersos nele. Mas, precisamos aprender a mergulhar e nadar.

Pedro Henrique Máximo

Receba novidades em sua caixa de entrada.

Novos textos semanalmente. Inscreva-se no O Mundo Líquido!

Blog

O MUNDO LÍQUIDO

Lobotomia

A Sociedade Lobotomizada

A separação entre poder e política, denunciada por autores como Zygmunt Bauman, gerou uma sociedade lobotomizada. A sociedade lobotomizada é um pequeno ensaio sobre os reflexos sociais da pandemia no Brasil, especialmente no que se refere às ações políticas em sua gestão.

O Conceito de Cultura em Zygmunt Bauman: ambiguidade, ilusão e práxis

A cultura na ótica de Zygmunt Bauman foi o tema de um encontro do Grupo de Pesquisa em Geografia Cultural da Universidade Federal de Goiás, ocorrido em 28 de agosto de 2021. Este texto é derivado deste encontro. O convite feito a mim para compartilhar com vocês minhas pesquisas sobre o sociólogo polonês Zygmunt Bauman …

Corpo e cultura fitness em Zygmunt Bauman

O Corpo em Zygmunt Bauman (I): a saúde, a boa forma e a cultura fitness

O corpo não é um assunto ou tema muito problematizado pelos críticos de Zygmunt Bauman, talvez por ser secundarizado ou não ter sido tema de esforços repetidos e de destaque. No entanto, Bauman se debruçou sobre ele. Constituiu um conjunto de subtemas interligados ao corpo. Destes se destacam sexo, sexualidade, desejo, identidade, comunidade, saúde e boa forma.
Este texto é o primeiro de três sobre o tema corpo na obra deste sociólogo. Nele conversaremos sobre saúde e boa forma, assuntos aparentemente correlatos, mas que guardam grandes diferenças quando analisados do ponto de vista sociológico.

Birkenau Gate

Auschwitz-Birkenau: ruína e silêncio

Auschwitz-Birkenau (ou Auschwitz II) integrou o complexo regional de Auschwitz, o maior Campo de Concentração. Foi construído em uma imensa área aberta ao lado da cidade de Oswieçim a partir de 1942. É como uma imensa cidade destinada ao extermínio de judeus e prisioneiros. Assim, Auschwitz-Birkenau: ruína e silêncio (Parte II) é sequência do texto Auschwitz: um cenário do terror e seus silêncios.

Auschwitz: um cenário do terror e seus silêncios

Auschwitz, o maior Campo de Concentração Nazista, é um local de silêncio e reflexão. Antes, um cenário de extermínio e terror. Hoje, um patrimônio da humanidade. O complexo de Auschwitz, transformado em museu e memorial, nos permite um encontro com este triste capítulo da história moderna. Este texto refere-se a um relato de experiências de uma viagem a Auschwitz (Parte I).

Official Zygmunt Bauman

Zygmunt Bauman: a vida de um jovem polonês nos anos de Guerra

A infância de Zygmunt Bauman, em especial nos anos da Segunda Guerra Mundial, pode nos trazer explicações sobre sua postura intelectual quando adulto? Bauman teve uma infância difícil. Viveu o antissemitismo em sua terra natal; foi fugitivo na Segunda Guerra Mundial quando adolescente; no início da vida adulta integrou o Exército polonês e lutou contra os nazistas até a tomada de Berlim em 1945. Este texto narra o percurso de Zygmunt Bauman ao longo da Segunda Guerra Mundial.

Gostou do Blog O Mundo Líquido?

Receba novidades em sua caixa de entrada. Novos textos semanalmente. Inscreva-se!

Sobre o autor

Pedro Henrique Máximo é Arquiteto e Urbanista (UEG – 2011) e Artista Visual (UFG – 2014). Doutor (2019) e Mestre (2014) em Arquitetura e Urbanismo pela UnB. Especialista em Educação (AME), pela PUC RS (2021).

Pedro Henrique Máximo

Nasci em Marzagão, uma pequena cidade do interior de Goiás. Lá cresci, estudei e trabalhei com meus pais numa pequena chácara e no mercado. Aos 17 anos me mudei para Anápolis, onde iniciei o curso de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Estadual de Goiás (UEG). Em 2009 iniciei o curso de Artes Visuais na Universidade de Brasília (UnB), o qual foi interrompido em 2010, quando prossegui com meus estudos neste curso na Universidade Federal de Goiás (UFG).

Atuei como professor de Artes Visuais em escolas da rede estadual de educação em Anápolis de 2009 a 2010.

Graduei-me em Arquitetura e Urbanismo em 2011 e em Artes Visuais em 2014, mesmo ano que concluí o Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela UnB. Neste interim me tornei professor de Arquitetura e Urbanismo das Universidades que atuo atualmente. Também tive uma breve passagem como docente pela Universidade Paulista (Unip).

Iniciei o curso de Doutorado na Universidade de Brasília em 2016, no mesmo Programa de Pós-Graduação. A Defesa da Tese O entre-Metrópoles Goiânia-Brasília: História e Metropolização ocorreu em dezembro de 2019. Em 2020, a Tese foi laureada com o Prêmio Brasília 60 anos da Universidade de Brasília como melhor Tese.

Desde 2020 integro a Comissão Técnica de Avaliação e Acompanhamento do INEP/MEC, na Área de Artes e Humanidades, bem como o WeColetivo Multiplataforma de Comunicação Digital.

Zygmunt Bauman

Zygmunt Bauman entrou em minha vida em 2008 por meio de Amor Líquido. À época cursava a disciplina de Projeto de Arquitetura I, cujo programa era uma casa. Era fundamental compreender as novas organizações familiares e uma análise sociológica era necessária.

Desde então, Bauman tem sido uma boa companhia. Com frequência faço referência a ele como um grande amigo. Suas leituras, análises e conselhos por meio de seus livros são importantes. É de costume chamá-los de farol. Eles nos ajudam a compreender as contradições do mundo, a lidar com elas e a superá-las.

Desde o Doutorado faço leituras e análises mais aprofundadas sobre ele. Em 2019, iniciai uma pesquisa sobre suas contribuições aos Estudos Urbanos.

O Mundo Líquido

O Mundo Líquido, este site, faz clara referência à obra de Bauman e sua fase líquida. Pode ser considerado uma homenagem ele e a seu legado.

Aqui exporei minhas análises sobre sua obra, bem como sobre o mundo contemporâneo.

Prêmios

2020 – Prêmio Brasília 60 anos (Tese de Doutorado) Universidade de Brasília

2020 – Prêmio Melhores Trabalhos de Conclusão de Curso de Arquitetura e Urbanismo dos países lusófonos (Orientador) ArchiDaily

Experiências Profissionais

Universidade Estadual de Goiás (UEG)
(2012 – )
Professor Efetivo de Projeto de Arquitetura e Urbanismo. Atualmente é Coordenador da Pesquisa “Ponto cego na história da Arquitetura Moderna: os Campos de Concentração Nazistas”.

Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás)
(2013 – )
Professor Assistente I de Teoria, História e Crítica da Arquitetura e Urbanismo. Atualmente é Coordenador das pesquisas “Leituras de Zygmunt Bauman e suas contribuições aos Estudos Urbanos” e “Do Aeroporto à Aerotrópole: história, tipo e relação com a cidade“.

Universidade Evangélica de Goiás (UniEVANGÉLICA)
(2014 – )
Professor Convidado. Atua no curso de Arquitetura e Urbanismo.

INEP/Ministério da Educação (MEC)
(2020 – )
Membro da Área de Artes e Humanidades da Comissão Técnica de Avaliação e Acompanhamento (CTAA) do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior e do Sistema de Avaliação de Escolas de Governo.

Receba novidades em sua caixa de entrada. Novos textos semanalmente. Inscreva-se no O Mundo Líquido!

Contato

Por aqui você pode falar com O Mundo Líquido. Envie-nos um e-mail e nos siga nas redes sociais. Por aqui também é possível enviar sua mensagem diretamente a nós. Basta preencher o formulário abaixo.

Não deixe de nos enviar suas sugestões, dúvidas e propostas. Sejam bem-vindos e bem-vindas.

Fale conosco

Goiânia, GO.
Brasil

Envie uma mensagem para nós